Fotogaleria
StockSnap/ Pixabay
Fotogaleria
StockSnap/ Pixabay

Guardem a data: a 15 de Junho vamos dizer adeus ao roaming

Comunicações de voz e SMS passam a custar o mesmo em qualquer país do espaço económico europeu. Mas atenção aos dados móveis

Usar o telemóvel em toda a União Europeia como se usa no país de origem. A partir de 15 de Junho, quinta-feira, o roaming passa a ser uma lembrança do passado. As comunicações de voz e SMS passam a custar o mesmo em qualquer país da UE (e também na Noruega, na Islândia e no Liechtenstein, parte do espaço económico europeu). E receber chamadas também deixará de ser taxado.

O acordo alcançado no início de Fevereiro prevê um tecto de 3,2 cêntimos por minuto para as chamadas de voz e de um cêntimo para cada SMS.

No caso dos dados móveis, noticiava o PÚBLICO na altura, a redução será progressiva até 2022, com as tarifas grossistas máximas a começarem nos 7,7 euros por gigabyte a 15 de Junho de 2017. Em Janeiro de 2018, o valor deverá reduzir-se para seis euros e, em Janeiro de 2019, para 4,5 euros. No começo de 2020, os preços deverão estar nos 3,5 euros e, nos dois anos seguintes, descer para três e 2,5 euros, respectivamente.

Mas atenção à chamada Política de Utilização Responsável (PUR). Em alguns tarifários, as operadoras podem cobrar taxas extras por utilização de dados. O ideal é, pois, aconselharem-se antes de aceder à internet sem restrições. Ou optar por redes wi-fi — aí sim, não há enganos.