Os fãs à volta da Eurovisão vão aprender a cantar Amar pelos dois em dez línguas

Start-up portuguesa criou site com nove traduções da letra cantada por Salvador Sobral. E promete mais a tempo da final.

Foto
Salvador Sobral é um dos favoritos à vitória na Eurovisão Reuters/GLEB GARANICH

A canção que Portugal levou à edição deste ano da Eurovisão, Amar pelos dois, interpretada por Salvador Sobral e composta por Luísa Sobral, irmã do cantor, conta com cada vez mais destaque um pouco por toda a Europa. Na primeira meia-final do certame, este era mesmo o único tema que não era cantado em inglês. Os telespectadores fora de Portugal podem não ter compreendido então a letra, mas neste sábado, dia da final em Kiev, já não haverá razões para isso. Isto porque uma start-up portuguesa oferece a solução para o aparente problema.

A Unbabel pegou na canção, criou um modesto site, e traduziu a letra para nove línguas diferentes: dinamarquês, holandês, inglês, finlandês, francês, alemão, grego, espanhol e sueco. Lado a lado com a versão original, em português.

“A missão da Unbabel é fazer com que todas as pessoas compreendam e sejam compreendidas, independentemente da língua que falam”, começa por explicar ao PÚBLICO o director de marketing da empresa, Fernando Amaral, sublinhando que este é apenas mais um contributo a acrescentar ao favoritismo da representação portuguesa. “Sentimos que a música Amar pelos dois estava a tocar não só os portugueses, mas também milhões de pessoas pela Europa fora que não falam a nossa língua. Sendo uma fortíssima candidata à vitória no festival, e havendo apenas essa barreira linguística, decidimos contribuir oferecendo a tradução da letra para nove línguas.”

“Estiveram envolvidas quatro pessoas que trabalham na Unbabel em Lisboa: a nossa equipa de marketing (eu próprio, Matthew Carrozo, Rafaela Cortez e Sofia Rocha), que em 48 horas preparou o micro-site. As traduções da letra foram feitas pela nossa plataforma que combina machine translation, inteligência artificial e uma comunidade de 50 mil unbabelers”, explica Fernando Amaral.

Como não podia deixar de ser, e acompanhando a enorme popularidade da canção de Salvador Sobral, a iniciativa foi bem recebida. “A parte mais fantástica tem sido a reacção da comunidade, com várias pessoas a oferecerem-se para traduzir gratuitamente a letra para outras línguas que não tínhamos planeado originalmente e que tentaremos adicionar durante o dia de amanhã”, revela Fernando Amaral.

Ora, deixa de haver assim desculpas para aqueles que, estejam na Grécia, na Suécia ou na Finlândia, possam dizer que não entendem o que estará Salvador Sobral a cantar quando subir ao palco da final da Eurovisão. A lutar pela vitória, a partir das 20h, estarão mais 25 concorrentes.