Deputado José Manuel Coelho impede realização do plenário na Madeira

Deputado do PTP na Madeira voltou a exceder do tempo que dispunha para a sua intervenção, tendo os restantes deputados abandonado a sessão.

Foto
Têm sido frequentes os episódios polémicos protagonizados por José Manuel Coelho DR

O deputado único do PTP/Madeira, José Manuel Coelho, impediu esta terça-feira a realização do plenário da Assembleia Legislativa da região, tendo todos os parlamentares abandonado a sessão, que foi adiada para quarta-feira.

José Manuel Coelho excedeu o tempo de que dispunha para uma intervenção na tribuna, insistindo nas críticas ao sistema judicial, por considerar que este não respeita o direito de expressão e mantém presa em Tires a investigadora Maria de Lurdes Rodrigues, condenada por delito de opinião.

O presidente do parlamento madeirense, Tranquada Gomes, fez três advertências ao deputado pelo facto de este ter excedido o tempo de que dispunha e acabou por retirar-lhe a palavra depois de consultar todos os deputados, que concordaram que não estavam reunidas as condições para prosseguir os trabalhos.

As luzes do hemiciclo foram apagadas e José Manuel Coelho ficou sozinho na sala a discursar, usando um megafone, por cerca de hora e meia. Esta é já uma situação recorrente, pois o deputado do PTP/Madeira tem vindo a perturbar o normal funcionamento dos plenários.

Num comunicado divulgado pelo gabinete do presidente da Assembleia Legislativa da Madeira informa que, na sequência da decisão tomada pelos representantes dos partidos com assento no parlamento insular após a interrupção dos trabalhos, foi decidido que "estes factos serão oportunamente comunicados ao Ministério Público para os efeitos tidos por convenientes".

Os trabalhos do plenário serão retomados na próxima quarta-feira.