Morreu António Pires de Lima, ex-bastonário da Ordem dos Advogados

O advogado tinha 80 anos e morreu no Hospital da Luz, Lisboa, onde se encontrava internado desde o início da semana.

Foto
Pires de Lima foi bastonário da Ordem dos Advogados de 1999 a 2001. Rui Gaudêncio/Público

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados António Pires de Lima, 80 anos, morreu hoje ao início da tarde, no Hospital da Luz, Lisboa, onde se encontrava internado desde o início da semana, disse à Lusa fonte familiar.

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados (OA), cuja saúde se degradara nos últimos anos, morreu rodeado da família, acrescentou a mesma fonte.

O velório de António Pires de Lima realiza-se a partir das 14h de domingo na igreja dos Santos Reis Magos, ao Campo Grande, em Lisboa. Na segunda-feira, às 13h, haverá missa de corpo presente na igreja, realizando-se de seguida o funeral para o cemitério do Alto de S. João, em cujo crematório o corpo será cremado, às 15h.

António Pires de Lima nasceu em 30 de Outubro de 1936 na freguesia de Santa Maria Maior, concelho de Barcelos, distrito de Braga.

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1958, António Pires de Lima era casado e pai de quatro filhos e foi bastonário da OA no triénio 1999/2001.

Advogado em regime de profissão liberal, foi consultor jurídico em vários organismos e sociedades e mediou arbitragens de âmbito internacional. Foi também membro do Tribunal Arbitral.

Entre as condecorações e louvores que obteve contam-se a das medalhas das campanhas em Angola em 1966/68, onde cumpriu serviço militar obrigatório entre 1957/59 e para onde foi reincorporado em 1960/61 e 1966/68, e a medalha de Benemerência da Cruz Vermelha Portuguesa.

Comenda de Mérito Civil Espanha e a Comenda de Número da Ordem Isabel a Católica foram outras das condecorações atribuídas a António Pires de Lima.

Foi ainda membro do Conselho Distrital e vice-presidente do conselho geral da OA e do Conselho Nacional de Profissões Liberais, membro da Junta Diretiva da Câmara do Comércio e Indústria Luso-Espanhola, e vice-presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, entre outros.