PPE

Rangel traz ao Porto think-tank internacional para debater o "Brexit"

Passos Coelho, Pinto Balsemão e Pedro Reis entre académicos e especialistas europeus e americanos que participam numa reflexão sobre o futuro da Europa promovida por grupos ligados ao PPE.
Foto
Paulo Rangel preside desde 2014 ao European Ideas Network Nelson Garrido

Académicos, especialistas e políticos europeus e alguns norte-americanos com “informação altamente privilegiada” vão reunir-se no Porto na quinta e sexta-feira para debater o futuro da Europa, em particular os impactos do "Brexit", mas também as tendências populistas e nacionalistas crescentes e as relações transatlânticas.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

A iniciativa é da European Ideas Network, uma rede mundial de think-tanks e fundações ligadas a partidos de centro direita - presidida pelo eurodeputado Paulo Rangel, vice-presidente do Partido Popular Europeu (PPE) e do grupo parlamentar da maior força política do Parlamento Europeu -, em parceria com o Instituto Francisco Sá Carneiro (PSD) e a Fundação Konrad Adenauer, instituição alemã ligada à CDU.

O encontro vai decorrer no Palácio da Bolsa no Porto e será centrado em quatro grandes temas: "Brexit" e Futuro da Europa; Competitividade e Estado Social; Segurança, Defesa e relações transatlânticas; e  Populismo e nacionalismos. Mas, como explica ao PÚBLICO Paulo Rangel, será muito centrado no "Brexit", tanto pelos temas – a saída do Reino Unido levanta questões sobre todos os assuntos em análise -, como pela preponderância dos intervenientes.  

Isto porque alguns dos oradores têm responsabilidades na gestão do processo, pelo lado da União Europeia: o ministro irlandês de Estado e dos Assuntos Europeus, Dara Murphy, é o responsável do PPE pelo dossier, enquanto o líder parlamentar do PP espanhol no Parlamento Europeu, Esteban Gonzalez Pons, é a pessoa indicada pelo grupo parlamentar daquele partido nesse processo. As intervenções da vice-presidente do Parlamento Europeu, a irlandesa Maired McGuiness, e do deputado do Partido Conservador do Reino Unido David Campbell Bannerman também deixarão pistas sobre as negociações em curso.

Para a reflexão sobre a eleição de Donald Trump e as relações transatlânticas estão convidados Daniel Schwammenthal, director do Transatlantic Institute de Bruxelas, Craig Kennedy, senior fellow do Hudson Institute de Washington D.C, entre outros académicos e especialistas.

Do lado português, são oradores convidados Pedro Passos Coelho, Francisco Pinto Balsemão, Pedro Reis (chairman do Instituto Sá Carneiro), assim como Luís Filipe Reis, CEO da Sonae Financial Services, e o economista e professor universitário Luís Aguiar-Conraria.

“O elevado nível académico e com informação altamente privilegiada dos intervenientes que conseguimos reunir neste seminário são a garantia da enorme qualidade dos debates a que iremos assistir”, afirma Paulo Rangel. Mas não se espere saber o que pensa cada um destes intervenientes: o seminário vai decorrer sob a regra “Chattam House”, ou seja, as ideias podem ser divulgadas, mas não atribuídas aos oradores que as defenderam.