As aplicações da arrumação de Marie Kondo

A japonesa Marie Kondo transformou a sua ideia de arrumação num negócio lucrativo, dos livros chegou às redes sociais, programas de TV e apps. E até já está a formar consultoras KonMari.

Fotogaleria
A aplicação KonMari para iPhone dr
Fotogaleria
A aplicação KonMari para iPhone dr
Fotogaleria
A aplicação Outfits dr

Não tenho especial entusiasmo por maratonas de arrumação mas tenho uma especial afeição por Marie Kondo, desde que li o seu primeiro livro Arrume a Sua Casa, Arrume a Sua Vida (ed. Pergaminho), que já vendeu mais de sete milhões em todo o mundo desde 2014. Contava ela que na véspera dos exames, quando era necessário que estudasse, surgia-lhe uma vontade indomável de começar a arrumar o quarto de forma frenética em vez de se concentrar à secretária. Mas onde é que já vi isto?, recordei.

Marie Kondo tem tentado explicar-nos ao longo destes anos como conseguir manter esse desejo de limpar o nosso quarto que se dissipa nos dias seguintes à tarefa que é necessário cumprir e tem-se transformado numa espécie de bem sucedido Jamie Oliver da consultadoria de arrumação. Entretanto já publicou outro livro, Alegria! Guia Ilustrado da Arte de Arrumar a Sua Vida (ed. Pergaminho), e, em Junho, vai publicar a novela gráfica The Life-Changing Manga of Tidying Up: A Magical Story.

Além de ter renovado o seu site oficial e de estar presente no Twitter, Instagram, Facebook e LinkedIn, participa num programa de televisão em que vai a casa de quem se candidata e assim ajuda famílias desesperadadas a transformarem-se em famílias organizadas (há episódios disponíveis no YouTube). Está também a criar "consultoras KonMari certificadas" que têm por missão “organizar o mundo” e passam para isso por várias etapas, incluindo a participação obrigatória num seminário que é pago.

Também lançou a aplicação KonMari, para iPhone, na qual qualquer pessoa pode criar um perfil, seguir dicas, colocar fotografias do antes e do depois da arrumação, receber notificações com citações e dicas dos seus livros e contactar com outros desarrumados também em processo de transformação.

Associou-se à Cladwell que lançou uma aplicação inspirada nela, a Outfits, que é paga, e que nos ajuda a conjugar as peças de vestuário que temos no guarda-roupa. A Outfits tem uma base de dados através da qual vamos assinalando no telemóvel as peças idênticas às do nosso armário (podemos modificar as cores para que se aproximem o mais possível das que possuímos) e consoante as condições meteorológicas do local onde nos encontramos, sugere-nos as peças de roupa e calçado conjugadas para vestirmos nesse dia. Contabiliza aquilo que temos no guarda-vestidos e o que usamos mais vezes, para nos ajudar a criar o guarda-roupa ideal (sem cair na tentação de comprar ou de guardar coisas a mais). 

Marie Kondo

https://konmari.com/

Outfits

https://cladwell.com/konmari