Arquitectura

Uma casa com árvores de fruto em Vila do Conde

João Morgado
Fotogaleria
João Morgado

Onde antes existia um campo de cultivo, com paredes de granito, um poço de pedra, arbustos e árvores de fruto, existe hoje uma casa, rodeada das mesmas paredes de granito (mas recuperadas), com as mesmas árvores, os mesmos arbustos e o mesmo poço. "Para preservar a identidade do local." Desenhada por Raulino Silva, a Casa Touguinhó III, que se localiza em Vila do Conde, terra-natal do arquitecto, é composta por dois pisos, para obedecer ao forte declive da topografia, que estão em permanente comunicação com o exterior. É no superior que se localizam os três quartos, um escritório, a cozinha e a sala de estar, que se abre para a piscina. Sobressaem os painéis de mármore branca e o pinho dos solos no interior, o xisto que contorna a área de vegetação no exterior. Concluída em Dezembro, a habitação foi seleccionada na categoria House (residência e casas) para o do The Plan, prémio de arquitectura promovido pela revista italiana com o mesmo nome. Um júri internacional da área irá agora escolher os finalistas de cada categoria, que serão anunciados a 2 de Maio, e depois os vencedores. Será também feita uma votação pelo público para determinar os projectos mais populares.

A Casa Touguinhó III venceu o International Architecture Awards 2018, prémio atribuído pelo Centro Europeu de Arquitectura, Arte e Estudos Urbanos e pelo Chicago Athenaeum — Museu de Arquitectura e Design dos Estados Unidos. A entrega do prémio está marcada para Setembro, em Atenas, na Grécia.

 

Texto actualizado a 28 de Agosto de 2018

João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado
João Morgado