Almodóvar preside ao júri do Festival de Cannes

O cineasta espanhol vai dirigir um júri internacional de nove elementos, que inclui os actores norte-americanos Jessica Chastain e Will Smith e o cineasta coreano Park Chan-Wook.

Fotogaleria
O realizador espanhol Pedro Almodóvar LUSA/IAN LANGSDON
Fotogaleria
A realizadora alemã Maren Ade LUSA/IAN LANGSDON
Fotogaleria
A actriz francesa Agnes Jaoui LUSA/ETIENNE LAURENT
Fotogaleria
A actriz chinesa Fan Bingbing LUSA/CHRISTOPHE KARABA
Fotogaleria
A actriz norte-americana Jessica Chastain LUSA/JULIEN WARNAND
Fotogaleria
O realizador italiano Paolo Sorrentino LUSA/IAN LANGSDON
Fotogaleria
O realizador sul-coreano Park-Chan-Wook LUSA/IAN LANGSDON
Fotogaleria
O compositor libanês Gabriel Yared LUSA/VALDA KALNINA
Fotogaleria
O actor norte-americano Will Smith LUSA/CAROLINE BLUMBERG

O cineasta espanhol Pedro Almodóvar vai presidir ao júri da 70.ª edição do Festival de Cannes, que abrirá a 18 de Maio e terminará no dia 28, um domingo, com a sessão de encerramento, durante a qual será anunciado o palmarés deste ano e exibido o filme que tiver vencido a Palma de Ouro.

Foram também já divulgados os nomes dos quatro homens e quatro mulheres que completam o sempre internacionalíssimo júri do festival: a realizadora e produtora alemã Maren Ade, a actriz norte-americana Jessica Chastain, a actriz chinesa Fan Bingbing a actriz, realizadora e cantora francesa Agnès Jaoui, o realizador sul-coreano Park Chan-Wook, o actor norte-americano Will Smith, o cineasta italiano Paolo Sorrentino e o músico francês Gabriel Yared, que compôs mais de uma centena de bandas sonoras, a primeira das quais para Jean-Luc Godard.

O festival vai ser inaugurado com a exibição de Les Fantômes d'Ismaël, de Arnaud Desplechin, e entre os filems em competição contar-se-ão The Beguiled, de Sofia Coppola, Happy End, de Michael Haneke,  com Isabelle Huppert, Jean-Louis Trintignant e Matthieu Kassovitz, Redoutable, de Michel Hazanavicius, cuja personagem central, interpretada por Louis Garrell, é Jean-Luc Godard, Wonderstruck, de Todd Haynes, L'Amant Double, de François Ozon, The Killing of a Sacred Deer, de Yorgos Lanthimos, com Collin Farrell, Nicole Kidman e Alicia Silverstone, ou ainda The Day After, do coreano Hong Sang-Soo.

Na secção alternativa Quinzena dos Realizadores, será mostrada a longa-metragem portuguesa A Fábrica de Nada, de Pedro Pinho, e a curta Farpões, Baldios, de Marta Mateus, e ainda a curta de animação Água Mole, de Laura Gonçalves e Xá.