Próxima Trienal de Arquitectura com equipa liderada pelo francês Éric Lapierre

Equipa para 2019 conta com nove membros entre arquitectos, teóricos e um filósofo.

O arquitecto francês Éric Lapierre
Foto
O arquitecto francês Éric Lapierre ELEx

A Trienal de Arquitectura de Lisboa já tem curadoria para 2019, mais concretamente uma equipa de nove pessoas liderada pelo arquitecto e teórico francês Éric Lapierre.

Tal como Lapierre, o resto da equipa da quinta edição, que vai decorrer entre Outubro e Dezembro de 2019, dá aulas de mestrado na École Nationale Supérieure d’Architecture de Marne-la-Vallée. Com o francês Laurent Esmilaire e o britânico Tristan Chadney como curadores assistentes e o português Vasco Pinelo de Melo como consultor, a equipa que lecciona no mestrado de Arquitectura & Experiência é ainda composta pelos italianos Ambra Fabi, Giovanni Piovene, Mariabruna Fabrizi e Fosco Lucarelli. A estes arquitectos e teóricos da arquitectura, junta-se igualmente o filósofo francês Sébastien Marot.

Foram apresentadas 48 candidaturas ao concurso lançado pela trienal e o júri, composto por membros da organização e pelo crítico André Tavares (curador da edição anterior e crítico do PÚBLICO), destacou a estrutura da equipa como determinante na escolha: “Conjugando uma forte actividade profissional individual, todos os elementos trabalham juntos, nomeadamente na condução de projectos de investigação, que irão prosseguir alimentando a reflexão nesta edição da trienal”. O júri destacou também a ampla experiência de Lapierre, do projecto de arquitectura ao ensaio, passando pela organização de exposições.  

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações