Centeno espera poupar 286 milhões em juros da dívida

Próximo Orçamento do Estado terá uma nova ajuda, vinda dos pagamentos antecipados ao FMI: 152 milhões de euros.

Foto
Daniel Rocha

O Governo tem a expectativa de poupar 286 milhões de euros em juros da dívida pública em dois anos, assume o Programa de Estabilidade aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros. Já em 2018, essa poupança deve ser de 152 milhões de euros.

O objectivo do Governo deve ser conseguido com a manutenção da estratégia seguida em 2016, de pagar antecipadamente o empréstimo do FMI, o que representa juros mais caros para o Estado português. Um processo que estará concluído precisamente no final da legislatura, como assume o documento.

"Ao longo do horizonte de projeção, estima-se uma diminuição da despesa com juros de 0,6 p.p. do PIB. Esta melhoria gradual da despesa de juros da dívida pública tem subjacente a amortização antecipada do empréstimo do FMI realizada entre o final de 2016 e o início de 2017 e prevê a prossecução desta política até 2019."