Entrevista

"Não tenho de me pronunciar sobre o lugar do governador"

Mensagem única para Carlos Costa: "Desejos e votos de que cumpram as funções para as quais existem." Nomes para a administração ainda não foram fechados.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Relativamente ao governador do Banco de Portugal (faço-lhe a mesma pergunta que lhe fiz a ele): o lugar do governador está seguro depois da venda do Novo Banco?

Não tenho de me pronunciar sobre o lugar do governador do Banco de Portugal. Aquilo que lhe posso dizer é o mesmo que digo de todas as instituições: os meus desejos e votos de que cumpram as funções para as quais existem, no quadro institucional nacional.

Voltou a discutir os nomes para o conselho de administração do BdP com Carlos Costa?
Se disse há pouco que não falava em público sobre negociações institucionais em curso, vou manter essa resposta.

Ainda não está nomeado?
Se já estivesse nomeado, os senhores saberiam.

Portanto também não está nomeada a restante administração para o Conselho de Finanças Públicas? O nome de Teresa Ter-Minassian continua a fazer faísca nas Finanças?
Nada disso passou aqui pelo ministério, posso garantir-lhe.

Não vai passar?
Não tem por quê.