Os outros ataques em Londres

Casos mais recentes tiveram todos inspiração islamista.

Foto
Atentado em Julho de 2005 Reuters

22 de Maio de 2013

Num violento ataque em plena rua, a meio da tarde, o fuzileiro de 25 anos Lee Rigby foi atropelado, esfaqueado e degolado à saída do seu quartel no bairro de Woolwich, no Sul da cidade de Londres, por dois homens que, aos transeuntes que captaram o incidente com as suas câmaras de telemóvel, justificaram o seu acto como uma vingança pela morte de muçulmanos. Os atacantes, britânicos de origem nigeriana e já referenciados por ligações a grupos radicais islamistas, foram alvejados pela polícia no local do crime, e posteriormente condenados a prisão perpétua.

7 de Julho de 2005

O pior ataque terrorista da história recente em Inglaterra envolveu quatro bombistas suicidas da Al-Qaeda, que executaram um ataque coordenado na rede de transportes públicos durante a movimentada hora de ponta da manhã. Os atentados, um dia depois de Londres ter vencido o concurso para organizar os Jogos Olímpicos de 2012, fizeram 52 mortos e mais de 700 feridos. Três dos operacionais fizeram-se explodir em intervalos de menos de um minuto dentro de carruagens de metro, em três linhas centrais. Uma hora mais tarde, um quarto terrorista fez-se explodir a bordo de um autocarro no centro de Londres. Três suicidas tinham nacionalidade britânica e um era jamaicano.