A lista da Forbes: há um português mais rico do que Trump

Há três portugueses na lista dos mais ricos do mundo feita pela Forbes. E um deles surge à frente do actual Presidente dos EUA.

Américo Amorim é o português mais rico, segundo a <i>Forbes</i>.
Foto
Américo Amorim é o português mais rico, segundo a Forbes. Pedro Maia

Já é conhecida a lista dos homens mais ricos do mundo de 2017, elaborada todos os anos pela revista norte-americana Forbes. Encabeçada por Bill Gates pela quarta vez consecutiva, com uma fortuna avaliada em 86 mil milhões de dólares (cerca de 80 mil milhões de euros), a lista inclui três nomes portugueses: Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo. No total, os três acumulam uma fortuna superior a oito mil milhões de euros (ainda assim, apenas um décimo da riqueza acumulada pelo fundador da Microsoft).

Amorim é o primeiro português a aparecer na lista, em 385.º lugar. Com uma fortuna avaliada em 4,4 mil milhões de dólares (mais de 4 mil milhões de euros), o empresário de 82 anos detém a empresa que produz um quarto de toda a cortiça do mundo: a Corticeira Amorim. Até abdicar da presidência do conselho de administração, em Outubro de 2016, era também um dos principais accionistas da Galp Portugal, detendo 18% da empresa de energia. Entre 2016 e 2017, o empresário conseguiu aumentar a sua fortuna em cerca de 300 milhões de dólares (cerca de 280 milhões de euros).

Amorim Luxury junta a gastronomia à moda

Em comparação, Donald Trump situa-se no 544.º lugar da lista, vários lugares abaixo do portugês mais rico. O actual Presidente dos Estados Unidos conta com um património avaliado em 3,5 mil milhões de dólares (3,2 mil milhões de euros), produto de negócios imobiliários e televisivos. De acordo com os dados da Forbes, desde que apresentou a candidatura à Casa Branca, em Junho de 2015, Trump "perdeu" cerca de mil milhões de dólares.

Alexandre Soares dos Santos é o português que se situa logo abaixo na lista dos mais ricos do mundo. O empresário de 82 anos (tal como Amorim), que esteve 45 anos à frente do grupo Jerónimo Martins, tem uma fortuna avaliada em 2,7 mil milhões de dólares (cerca de 2,5 mil milhões de euros), que o coloca em 745.º lugar na lista dos mais ricos do mundo. O empresário do sector do retalho registou uma subida face a 2016, ano em que ficou no 854.º lugar e acumulou mais 600 milhões de dólares do que no ano anterior. Soares dos Santos é dono das cadeias de distribuição alimentar Pingo Doce e Recheio, em Portugal, Biedronka, na Polónia e Ara, na Colômbia.

O terceiro português mais rico é Belmiro de Azevedo. Na 1376.ª posição na lista dos mais ricos do mundo, Belmiro acumula uma fortuna avaliada em 1,5 mil milhões de dólares (mais de 1,3 mil milhões de euros), proveniente dos resultados da Sonae, detentora do Continente, da NOS e do PÚBLICO, entre outros investimentos. Em 2016, o fundador da Sonae estava na 1121.ª posição na lista dos mais ricos do mundo, mas entre 2016 e 2017 "perdeu" cerca de 100 milhões de dólares.

Na lista global da Forbes, o pódio dos mais ricos é então ocupado por três norte-americanos: Bill Gates, Warren Buffet (dono do Berkshire Hathaway) e Jeff Bezos (dono da Amazon e do Washington Post). A mulher mais rica está na 14.ª posição é a francesa Liliane Bettencourt, dona do império cosmético L'Oreal.