Netflix vai terminar filme inacabado de Orson Welles

The Other Side of the Wind permanece incompleto desde 1976.

Orson Welles nunca consegiu terminar o filme devido a problemas financeiros e legais
Foto
Orson Welles nunca consegiu terminar o filme devido a problemas financeiros e legais D.R.

O serviço de streaming Netflix anunciou que vai restaurar e finalizar The Other Side of the Wind, filme de Orson Welles que está por terminar desde meados dos anos 70, noticia esta terça-feira o Guardian.

A produção centra-se na história de um realizador de cinema com problemas em terminar a sua última obra devido a uma nova vaga de cineastas, criando-se assim uma sátira em relação à passagem da indústria cinematográfica clássica de Hollywood para uma nova geração durante a década de 1970. O papel principal estava reservado a John Huston e a produção original contava ainda com a participação de Dennis Hopper e Peter Bogdanovich. Durante os seis anos de filmagens, de 1970 a 1976, o filme enfrentou vários problemas de produção, financiamento e até legais, que levaram os negativos a serem apreendidos e a obra a permanecer inacabada durante mais de quatro décadas.

Frank Marshall, que trabalhou no filme original e vai agora liderar o projecto do Netflix, diz que ainda não acredita na possibilidade que se abriu: “Não consigo acreditar, mas depois de 40 anos a tentar, estou tão agradecido pela paixão e perseverança do Netflix que permitiu que, finalmente, pudéssemos ir para a sala de corte para terminar o último filme do Orson”, afirmou, citado pelo Guardian.

“Como tantos outros que cresceram a adorar a arte e a visão de Orson Welles, este é um sonho tornado realidade”, diz director de conteúdos do Netflix, Ted Sarandos.

O grande sucesso de Welles, Citizen Kane, é uma presença constante nas listas dos melhores filmes de sempre.