Torne-se perito

Republicanos divulgam plano para substituir Obamacare

Proposta de lei divulgada pelos republicanos terá ainda de ser aprovada por dois comités da Câmara dos Representantes.

Foto
Reuters/LUCY NICHOLSON

A maioria republicana da Câmara dos Representantes do Congresso americano apresentou nesta segunda-feira a proposta de lei para reverter a lei da saúde criada pela Administração Obama, conhecida como Obamacare.

A proposta terá ainda de ser aprovada por dois comités da Câmara dos Representantes, permanecendo ainda a dúvida se o Partido Republicano conseguirá reunir apoios suficientes para fazer avançar a medida.

Segundo a Reuters, a proposta agora apresentada pretende congelar a inscrição no Obamacare a partir 1 de Janeiro de 2020. Os estados que alargaram o âmbito do Medicaid (o plano de apoio de saúde a famílias e pessoas com recursos limitados) ainda podem inscrever pessoas até 2019 e continuar a receber fundos estatatais depois, dizem fontes republicanas.

A proposta republicana pretende ainda eliminar os subsídios baseados nos rendimentos para adquirir um seguro de saúde, substituindo-os por créditos fiscais baseados na idade.

Os críticos da proposta, diz a CNN, argumenta que esta provocaria a perda do seguro de saúde de milhões de pessoas que beneficiam do Obamacare. Cerca de 20 milhões de pessoas, que anteriormente não tinham direito, ficaram abrangidas por seguros através do plano de saúde aplicado pela anterior Administração.

Sugerir correcção