Bolsa promove subida da Ibersol e da Novabase ao PSI 20

Depois da saída do BPI, o índice tinha apenas 17 empresas, passando agora para 19.

PSI 20 reforçado com promoção de duas novas empresas.
Foto
PSI 20 reforçado com promoção de duas novas empresas. Nuno Ferreira Santos

A empresa de restauração Ibersol e a tecnológica Novabase são as empresas seleccionadas para entrar no principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, a partir de 20 de Março, anunciou esta segunda-feira a Euronext, a sociedade que gera a praça nacional.

Esta escolha acontece no âmbito da revisão anual do índice, que desde 10 de Fevereiro integra apenas com 17 empresas, depois da saída do BPI, que na sequência da oferta pública de aquisição de que foi alvo deixou de cumprir o requisito do capital disperso em bolsa, com o controlo de 84% pelo Caixabank.

O índice deveria ter 20 cotadas, mas a derrocada do BES e do Banif limitaram as opção de "promoção" de empresas que integram o PSI Geral, porque é necessário cumprir um conjunto de critérios, como dispersão de capital, capitalização bolsista e liquidez.

Tanto a Ibersol como a Novabase já tinham integrado anteriormente o PSI 20. No principal índice nacional estão actualmente a Altri, o BCP, a Corticeira Amorim, os CTT, a EDP, a EDP Renováveis, a Galp, a Jerónimo Martins, o Montepio, a Mota-Engil, a Nos, a Pharol, a REN, a Semapa, a Sonae, a Sonae Capital e a The Navigator Company.