Cristas elogia Núncio: "O país deve-lhe muito no combate à fraude e evasão fiscal"

A líder do CDS elogia "grande elevação de carácter" do antigo secretário de Estado envolvido na polémica da informação em falta sobre offshores.

Líder do CDS, depois de se encontrar com Marcelo, durante a semana
Foto
Líder do CDS, depois de se encontrar com Marcelo, durante a semana LUSA/ANTÓNIO COTRIM

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, disse neste domingo que Paulo Núncio, ao assumir a sua "responsabilidade política" pela não publicação de dados relativos às transferências de dinheiro para offshores, revela uma atitude digna de nota.

"Paulo Núncio mostrou uma grande elevação de carácter. E o país deve muito ao doutor Paulo Núncio pelo trabalho de combate à fraude e à evasão fiscal", disse Assunção Cristas aos jornalistas, em Gouveia, na Guarda, durante uma visita à feira ExpoSerra, que decorre até ao dia de Carnaval, por iniciativa da autarquia local.

O antigo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, assumiu no sábado a sua "responsabilidade política" pela não publicação de dados relativos às transferências de dinheiro para offshores, pedindo o abandono das suas funções actuais no CDS-PP.

"Tendo em conta o tempo que decorreu entre os factos e o presente e tendo tido agora a oportunidade de revisitar os documentos que têm sido noticiados, nomeadamente os apresentados pelos serviços para publicação de informação estatística das transferências transfronteiriças, considero legitima a interpretação dos serviços que levou à não publicação das estatísticas no portal das Finanças. Assumo, por isso, a responsabilidade política pela não publicação das referidas estatísticas", sublinhou Núncio em texto enviado à Lusa.