Gary Bendig/ Unsplash
Foto
Gary Bendig/ Unsplash

Uma petição e uma manifestação pela abolição da caça à raposa

Movimento cidadão criou uma campanha para salvar o animal. Há uma petição online e uma manifestação marcada para Lisboa, no dia 4 de Março

Querem salvar as "raposas com data de morte anunciada" proibindo a caça destes animais. Um movimento de cidadãos lançou uma petição — já assinada por quase seis mil pessoas — com o objectivo de levar o assunto à Assembleia da República. "Nesta época, é vulgar verem-se inúmeras publicações nas redes sociais com animais mortos, caçados por mero prazer, estimulando e normalizando assim um acto que é de pura violência. Sabemos que é uma actividade regulamentada por lei, mas, ainda assim, chocante, e, na nossa opinião, deseducativa e absolutamente desnecessária", escrevem.

O movimento sublinha que a caça do animal, "ao contrário do que muitas vezes é defendido, não pretende proteger espécie alguma, mas sim dizimá-la". Pedem, por isso, que a legislação seja alterada, "sempre tendo em conta a opinião da cidadania e baseando-se também na ética e na ciência".

No dia 4 de Março, sábado, pelas 14h30, está marcada uma manifestação pela abolição da caça à raposa para o Terreiro do Paço, em Lisboa. "Convocamos todos aqueles que se opõem a esta prática arcaica de morte a um animal indefeso, que nos unamos e que tomemos uma atitude."

Os organizadores — que apenas se identificam como um grupo de cidadãos independentes — pedem aos manifestantes para se apresentarem com roupa preta, máscaras de raposas, cartazes e megafones. No evento no Facebook mais de duas mil pessoas dizem ter interesse em comparecer e mais de 300 já confirmaram presença.