“Já está”: Finlândia vai permitir casamento homossexual “até à eternidade”

Era o único país nórdico que não previa o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Petição tinha tentado travar lei de 2014, mas deputados chumbaram-na.

As uniões entre homossexuais eram reconhecidas mas não previstas como casamento por lei
Foto
As uniões entre homossexuais eram reconhecidas mas não previstas como casamento por lei Reuters/CATHAL MCNAUGHTON

Ao chumbar esta sexta-feira uma petição de cidadãos que reprovava a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o Parlamento finlandês assegurou que a lei entrará em vigor em Março. No voto, 120 deputados opuseram-se à petição, 48 votaram a favor.

A Finlândia era o único país nórdico que não reconhecia o casamento entre pessoas do mesmo sexo, embora os casais homossexuais pudessem registar-se legalmente como parceiros desde 2002.

“Já está! O parlamento confirma que os casamentos entre pessoas do mesmo sexo serão 100% seguros desde hoje e até à eternidade. Felizes casamentos”, escreveu no Twitter Ville Niinisto, líder do Partido dos Verdes, a seguir ao voto.

A lei foi votada na anterior legislatura em 2014 e irá acabar com a distinção de união entre pessoas do mesmo sexo e entre pessoas de sexo diferente, dando aos casais homossexuais os mesmos direitos de adopção e de partilha do apelido.

Os organizadores da petição Casamento Autêntico reuniram mais de 100 mil assinaturas argumentado que uma criança deveria ter um pai e uma mãe e, num gesto de surpresa, o parlamento agendou um voto.

Muitos juristas opunham-se ao princípio de rever decisões recentes e apenas a maioria dos deputados do partido nacionalista Finns e dos Democratas Cristãos é que votaram a favor. As leis do casamento entre pessoas do mesmo sexo tinham sido bloqueadas três vezes desde 2006, até uma petição trazer de volta a lei, passando com 101 votos a favor e 90 contra.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações