Embaixadora na ONU promete "anotar os nomes" dos países que não apoiarem os EUA

Nikki Haley afirmou que o objectivo da nova Administração norte-americana é mostrar o seu "valor" nas Nações Unidas.

"vamos estar a anotar os nomes, e faremos questão de responder na mesma moeda", afirmou Haley
Foto
"vamos estar a anotar os nomes, e faremos questão de responder na mesma moeda", afirmou Haley Reuters/STEPHANIE KEITH

A nova embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Nikki Haley, disse ontem que tem como mandato avaliar e reformar as agências da ONU. E lançou um alerta para os aliados dos EUA: “Se não estiverem connosco, vamos anotar os vossos nomes, e vamos fazer questão de responder na mesma moeda”.

Haley, até agora governadora da Carolina do Sul, sem experiência diplomática, fez estes comentários ao chegar à sede da ONU, em Nova Iorque, para apresentar credenciais ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

O objectivo desta Administação é mostrar valor. Vamos fazê-lo mostrando a nossa força, a nossa voz, continuando do lado dos nossos aliados e fazendo questão de que se mantenham também do nosso lado”, disse Haley. Tem havido notícias de que a Administração Trump está a preparar grandes cortes no financiamento à ONU, de acordo com critérios políticos, como o apoio a determinados países, que irão ser explicitados.