Paul McCartney leva Sony a tribunal pelos direitos musicais dos Beatles

McCartney quer recuperar direitos de autor de músicas como Across the Universe, Love Me Do ou I Want to Hold Your Hand.

Foto
Reuters/PHIL McCARTEN

O antigo “beatle” Paul McCartney processou a editora Sony/ATV num tribunal federal de Nova Iorque, numa acção em que pretende recuperar os direitos de autor das músicas da banda inglesa, mostram os registos do tribunal.

McCartney começou em Outubro de 2008 a enviar avisos à empresa a informar sobre o seu desejo de recuperar os direitos de várias obras dos Beatles tais como Across the Universe, Love Me Do ou I Want to Hold Your Hand, diz o processo.

A Sony/ATV detém actualmente os direitos das referidas músicas, que foram escritas em conjunto por McCartney e John Lennon entre Setembro de 1962 e Junho de 1971. O processo diz que o artista poderia começar a recuperar os direitos a partir do próximo mês de Outubro sob a legislação americana sobre a matéria.

Os advogados do músico dizem que foram realizados vários pedidos à Sony mas que a empresa recusou sempre.

Em comunicado, a Sony diz que o processo é “desnecessário e prematuro”. “A Sony/ATV tem o maior respeito por Sir Paul McCartney com quem tivemos uma longa e mutuamente recompensadora relação com respeito pelo estimado catálogo de música de Lennon & McCartney”. “Estamos desapontados por terem entrado com o processo, que consideramos desnecessário e prematuro”, diz ainda a empresa.