Unsplash/Pexels
Foto
Unsplash/Pexels

Sonae e Museu do Chiado têm 65 mil euros para melhores criações artísticas

Prémio Sonae Media Art tem 40 mil euros para a melhor criação artística na área dos novos media e 15 mil euros para as cinco obras finalistas. Candidaturas até 17 de Fevereiro

A Sonae (proprietária do PÚBLICO), em parceria com o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, em Lisboa, lançaram a segunda a edição do Prémio Sonae Media Art. Este projecto pretende “incentivar a produção de arte na área dos novos media”, promovendo a criatividade e a inovação. Em causa estão cinco bolsas individuais no valor de cinco mil euros e um prémio de 40 mil euros para a obra vencedora.

Os cinco artistas seleccionados recebem uma bolsa de criação de cinco mil euros para a produção de obras a apresentar, ainda este ano, numa exposição colectiva no Museu do Chiado. A partir de uma avaliação das produções em exposição será escolhido, entre os finalistas, o vencedor do prémio no valor de 40 mil euros.

No regulamento pode ler-se que “a partir da 2.ª edição do prémio, não podem ser objecto de selecção os vencedores de edições anteriores”, mas podem inscrever-se “artistas de nacionalidade portuguesa ou estrangeiros residentes em Portugal, com a idade máxima de 40 anos, inclusive”.

A selecção dos candidatos é depois efectuada com base na avaliação obrigatória de um mínimo de duas a um máximo de quatro obras, enviadas para o Museu do Chiado em suporte DVD ou pen USB (em ficheiro MP4), ou através dos respectivos links no caso de projectos online. As obras podem ou não ser inéditas, mas devem ter uma data de produção inferior a cinco anos.

Em comunicado enviado ao P3, a organização salienta que o prémio bienal se dirige “às formas de criação artística que utilizam meios digitais e electrónicos, nas áreas de vídeo arte, projectos sonoros, projectos de exploração do virtual e da interactividade, bem como propostas de network, em que poderão estar incorporadas outras formas de arte como a performance, a dança, o cinema, o teatro ou a literatura”.

As candidaturas devem ser submetidas online até 17 de Fevereiro e no final desse mês serão conhecidos os cinco finalistas. Em 2015, a obra “1989” de Tatiana Macedo – uma projecção vídeo em três ecrãs –, foi a vencedora.