Golo tardio apura Sp. Braga para meias-finais da Taça da Liga

Apuramento esteve nas mãos do Rio Ave, mas Velázquez desfez o nulo na Madeira e garantiu a qualificação dos minhotos

A festa dos jogadores do Sp. Braga
Foto
A festa dos jogadores do Sp. Braga LUSA/HOMEM DE GOUVEIA

Da forma mais dramática possível, o Sporting de Braga assegurou a derradeira vaga nas meias-finais da Taça da Liga. Na jornada que encerrou o Grupo C da prova, o primeiro lugar esteve nas mãos do Rio Ave durante 90 minutos. Os vila-condenses colocaram-se em vantagem sobre o Sporting da Covilhã logo ao quarto minuto, o que conjugado com o empate na Madeira permitia o apuramento da equipa de Luís Castro. Porém, aos 90’+4’ – quando o Marítimo já jogava em inferioridade numérica – Velázquez desfez o nulo e carimbou a presença dos minhotos para a fase final.

Com menos um ponto do que o Marítimo na classificação do Grupo C, a equipa de Jorge Simão viajou para a Madeira obrigada a ganhar para garantir um lugar nas meias-finais da Taça da Liga. Uma urgência que passou a partilhar com os insulares quando o Rio Ave se colocou em vantagem sobre o Sp. Covilhã, logo aos quatro minutos.

Com o reforço Paulinho a fazer a estreia absoluta a titular, os minhotos entraram melhor e assumiram o controlo, mas permitiram que o Marítimo equilibrasse a partida. E as melhores situações de perigo pertenceram à equipa de Daniel Ramos: Fransérgio, em excelente posição, errou o alvo (14’), e Alex Soares viu o remate ser interceptado aos 39’.

Em Vila do Conde, Gil Dias “bisou” aos 65’, ampliando a vantagem do Rio Ave. Os minutos passavam nos Barreiros e as equipas assumiam maiores riscos, com o Marítimo a ser mais perigoso. Matheus, muito requisitado, segurou o nulo com uma mão-cheia de excelentes intervenções.

As coisas complicaram-se para os insulares nos derradeiros minutos, quando, com as substituições esgotadas, Gottardi sofreu uma lesão e teve de sair. O central Maurício foi para a baliza, mas não foi por ele que o Marítimo perdeu: na sequência de um canto, Velázquez desferiu um cabeceamento indefensável e colocou os visitantes nas meias-finais.

Os bracarenses chegaram a esta fase da competição, que venceram em 2012-13, pela quinta vez em seis temporadas. O adversário da equipa de Jorge Simão nas meias-finais que vão disputar-se no Algarve é o V. Setúbal (a 25 de Janeiro). Moreirense e Benfica discutem o outro lugar na final no dia 26.