Fotogaleria

Patty foi ao Alasca fotografar os ursos polares e não encontrou neve

Fotogaleria

Patty Waymire ficou surpreendida quando, ao chegar ao Alasca com o objectivo de fotografar os ursos polares, deu de caras com um cenário onde a neve não tinha lugar. "Os habitantes disseram-me que estava a ser um Inverno excepcionalmente quente e que a neve ia tardar. É um dos Invernos mais quentes alguma vez registados." A narrativa estava à frente dela, contou ao site The Bored Panda: "A falta de neve e de gelo era tão evidente que contavam a história sem precisar de palavras." Uma das fotografias captadas — No Snow, No Ice — valeu-lhe uma menção honrosa num concurso de fotografia da National Geographic. É um registo das consequências do aquecimento global e um alerta para Donald Trump, diz. Patty Waymire gostava de ver o presidente norte-americano eleito a viajar até ao Ártico para perceber o que está a acontecer e "por que razão esse lugar incrivelmente especial deve ser protegido". A mensagem está dada.