Papagaio da Austrália ficou com as asas maiores. Terão sido as alterações climáticas?

Fotogaleria
Papagaio da espécie Barnardius zonarius Guérin Nicolas
Fotogaleria

As asas de uma ave nativa da Austrália – o papagaio-de-barnard –cresceram entre quatro e cinco centímetros nos últimos 45 anos e a causa pode estar relacionada com as alterações climáticas, segundo cientistas australianos da Universidade de Notre Dame, em Sydney.

Os investigadores relacionaram o crescimento das asas do papagaio-de-barnard (Barnardius zonarius) com as alterações climáticas, atendendo a que geralmente as extremidades dos animais em climas quentes tendem a ser mais compridas.

“À medida que a temperatura sobe, o aumento do comprimento das asas pode ajudar estas aves a libertarem-se do excesso de calor e a adaptarem-se melhor ao seu meio ambiente”, disse à estação local da Australian Broadcasting Corporation um dos cientistas envolvidos no estudo, Dylan Korczynskyj.