Morreu o desenhador de Bambi

Tyrus Wong foi o autor do imaginário visual do filme de Walt Disney, com quem trabalhou apenas três anos. Tinha 106 anos.

Fotogaleria
Bambi foi a quinta longa-metragem dos Estúdios Disney DR
Fotogaleria
Tyrus Wong Disney
Fotogaleria
Wong no seu estúdio, onde criou ilustrações para flmes tão icónicos como Rebelde sem Causa (1955) Irene Poon Andersen/Smithsonian Institute

Trabalhou apenas três escassos anos nos Estúdios Walt Disney, entre 1938 e 1941, mas deixou marca na história do cinema de animação: Tyrus Wong, o ilustrador que criou a figura de Bambi, morreu na última sexta-feira, aos 106 anos. A notícia foi divulgada no sábado pelo Museu da Família Walt Disney, que classificou este artista como “lendário” e realçou a sua importância para a história da animação.

“Nunca sublinharemos suficientemente a importância que ele teve na definição artística de Bambi”, diz o comunicado da Walt Disney, acrescentando que o trabalho de Tyrus Wong continuou a influenciar a produção deste estúdio americano até aos dias de hoje.

Tyrus Wong entrou para a Disney em 1938, como simples desenhador, e entre as primeiras tarefas que lhe foram atribuídas estava o desenho de centenas de sketches do Rato Mickey. Quando soube que Walt Disney projectava animar para o grande ecrã o livro do escritor húngaro Felix Salten (1869-1945), Bambi, a Life in the Woods (1923), Wong foi para casa e desenhou inúmeros esboços da figura do simpático e pequeno veado. Walt Disney viu os desenhos e gostou deles, mas quando realizou o filme, em 1942, Tyrus Wong já se encontrava noutro lado, nos estúdios da Warner Brothers, onde ficaria mais de duas décadas trabalhando também como ilustrador e conselheiro artístico. Talvez por isso mesmo, o seu papel como criador do imaginário visual de Bambi – a quinta longa-metragem dos estúdios Disney tornar-se-ia uma obra-prima da história da animação – só viria a ser reconhecido bastante mais tarde. E foi só em 2001 que o seu nome foi inscrito no “passeio da fama” das Lendas Disney.

Wong nasceu na China, em Cantão (hoje Guangzhou), a 25 de Outubro de 1910. Com apenas nove anos, acompanhou o pai emigrando para os Estados Unidos, deixando para trás a mãe e a irmão, que não voltaria a ver. Instalaram-se na Califórnia, onde o seu pai “encorajou o seu talento de artista levando-o a praticar a caligrafia e a pintura”, lembra o comunicado da Walt Disney. Estudou e formou-se no Otis Art Institute, de Los Angeles, nos anos 30, de onde “saltou” para Hollywood. Chegou então à Walt Disney, mas seria na Warner Brothers que faria o essencial da sua carreira profissional, entre 1942 e 1968.

Já reformado dos estúdios de cinema, continuou a desenhar, pintar e criar, tornando-se não apenas conhecido como reverenciado como artista com nome próprio. A sua carreira e a sua arte foram tema de dois documentários: How To Live Forever (2009), de Mark Wexler; e Tyrus (2015), de Pamela Tom.

O trailer de <i>Bambi</i> (1942)