Depois da votação contra colonatos de Israel, Trump diz que ONU é “tão triste”

Num tweet publicado esta segunda-feira o Presidente eleito dos EUA diz que as Nações Unidas são "um clube para as pessoas se juntarem".

Foto
AFP/JIM WATSON

Dias depois de o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter aprovado uma resolução que exige o fim da construção de colonatos em Israel, permitida pela abstenção dos EUA, Donald Trump publicou um tweet onde diz que a ONU é “triste”.

No dia em que se conheceu a aprovação da referida resolução, o Presidente eleito reagiu, também no Twitter, afirmando que as “coisas vão ser diferentes a partir de 20 de Janeiro”, dia em que tomará posse.

Esta segunda-feira voltou ao tema das Nações Unidas escrevendo: “As Nações Unidas têm um potencial tão grande mas, actualmente, é apenas um clube para as pessoas se juntarem, falar e passarem um bom momento. Tão triste!”

No rescaldo da decisão do Conselho de Segurança, o Governo de Telavive anunciou que não a vai respeitar, anunciando também uma série de “represálias diplomáticas” contra a Nova Zelândia e o Senegal, dois dos países responsáveis pela apresentação da resolução, chamando também os embaixadores de dez países representados no Conselho de Segurança, para os repreender por esta aprovação.

Sugerir correcção