Real Madrid, uma camisola especial por uma boa causa

"Merengues" entraram em campo para o embate com o Sporting Gijón com um equipamento ligeiramente diferente.

Fotogaleria
JAVIER SORIANO/AFP
Fotogaleria
JAVIER SORIANO/AFP
Fotogaleria
JAVIER SORIANO/AFP
Fotogaleria
REUTERS/Susana Vera
Fotogaleria
JAVIER SORIANO/AFP
Fotogaleria
JAVIER SORIANO/AFP

Mais branco, o símbolo mais esbatido no peito, o nome do patrocinador quase imperceptível. A frente da camisola que os jogadores do Real Madrid envergaram neste sábado, no encontro com o Sporting Gijón, tem pistas suficientes para se perceber que se trata de uma ocasião especial. Este jogo da 13.ª jornada da Liga espanhola foi escolhido para dar corpo a uma campanha contra a poluição marítima.

PÚBLICO -
Foto

Quando Cristiano Ronaldo apontou o primeiro golo da tarde e surgiu no primeiro plano das câmaras percebeu-se ao detalhe que é um dia diferente. O plantel do Real Madrid envergou, nesta ronda, uma camisola totalmente fabricada a partir de garrafas de plástico recicladas.

A ideia partiu da empresa Parley of the Oceans, que se juntou à Adidas para criar uma camisola amiga do ambiente e produzida a partir de plástico recolhido nas águas do Oceano Índico. Marcelo, o lateral esquerdo brasileiro do Real, foi um dos "promotores" da iniciativa, através de uma mensagem de vídeo em que tenta sensibilizar os adeptos para a necessidade de proteger o património natural.

"Esta camisola é tão boa como a habitual. É possível fabricar equipamentos de alto nível, de alto rendimento, a partir de plástico reciclado. Oxalá, algum dia todas sejam assim", sublinhou Cyrill Gutsch, designer de formação e fundador da empresa que é também uma organização ambiental.

Para além do Real Madrid, também o Bayern Munique mostrou abertura para vestir uma nova pele e fazer parte desta campanha, que poderá alargar-se no futuro a outros clubes europeus.