Quadro de Frida Kahlo que esteve desaparecido foi vendido por mais de um milhão de euros

O Nina con Collar esteve desaparecido durante os últimos 60 anos. Foi encontrado no Verão e vendido, esta quarta-feira, por 1,81 milhões de dólares.

A pintura de Frida Kahlo <i>Nina con Collar</i>
Foto
A pintura de Frida Kahlo Nina con Collar Reuters/Shannon Stapleton

O quadro da artista mexicana Frida Kahlo Nina con Collar (Menina com colar), cujo paradeiro foi um mistério nos últimos 60 anos, foi vendido esta quarta-feira por 1,81 milhões de dólares (cerca de 1,26 milhões de euros) num leilão de arte na Sotheby's latino-americana.

A peça de Kahlo foi adquirida por um comprador europeu não identificado. Alex Stein, director de arte da leiloeira, diz, citado pela Reuters, que o Nina con Collar, datado de 1929, está entre os primeiros 20 dos 143 quadros da artista.

O paradeiro da tela foi revelado no último Verão. Segundo Stein, no ano seguinte à morte de Kahlo, em 1954, o viúvo da artista ofereceu a obra a um dos assistentes do estúdio da mexicana, tendo este guardado a pintura na sua casa na Califórnia durante 60 anos.

Este ano, o assistente cuja identidade não foi revelada, e que tem hoje mais de 90 anos, contactou a leiloeira Sotheby’s, informando-a de que possuía esta peça.