Leffest premeia The Last Family e Jan P. Matuszynski

Festival termina este domingo com filme de Tom Ford. Escolha do público foi para Elle, de Paul Verhoeven.

Foto
The Last Family DR

O júri do Lisbon & Estoril Film Festival (Leffest), que cumpre este ano o seu décimo aniversário, premiou como melhor filme The Last Family, cujo autor, o polaco Jan P. Matuszynski, recebeu também o galardão de melhor realizador. O evento termina este domingo com Nocturnal Animals, de Tom Ford, no Centro Cultural de Belém, onde também serão entregues os prémios.

O prémio Melhor Filme Jaeger-LeCoultre foi então para The Last Family e o Prémio Revelação TAP – Melhor Realizador foi atribuído a Jan P. Matuszynski. O júri, composto por Jerzy Skolimowski, André Saraiva, Valentina Lodovini e Marthe Keller, atribuiu ainda o Prémio Especial do Júri João Bénard da Costa a Sand Storm, de Elite Zexer, e a Escolha do Público, o Prémio Nos, foi para Elle, de Paul Verhoeven.

Por fim, a melhor curta, um prémio que distingue propostas de alunos de escolas de cinema, foi atribuída à italiana Laura Samani, do Centro Sperimentale de Cinematografia, por The Sleeping Saint. A menção honrosa na mesma secção foi para a belga Valentina Maurel por Paul est là.

O Leffest, organizado pelo produtor Paulo Branco, decorre entre o Estoril e Lisboa e tem hoje a sua sessão de encerramento com o segundo filme de Tom Ford, Nocturnal Animals