Itália e Espanha continuam iguais

Triunfos sobre Liechtenstein e Macedónia mantêm “squadra azzurra” e a “roja” no topo do Grupo G.

Belotti, três golos em quatro jogos pela Itália
Foto
Belotti, três golos em quatro jogos pela Itália FABRICE COFFRINI/AFP

Só um é que irá ter a qualificação directa para o Mundial 2018, mas, para já, Itália e Espanha não desarmam na luta pelo primeiro lugar do Grupo G. Os “azzurri” foram a Vaduz derrotar facilmente o Liechtenstein por 4-0, enquanto a “roja” derrotou em Málaga a Macedónia também por 4-0. Cumprida esta quarta jornada, Itália e Espanha seguem destacadas no topo do agrupamento, com dez pontos, sendo que ambas só perderam pontos quando se defrontaram em Outubro passado (empate 1-1). Por perto anda a selecção de Israel, que passou a somar nove pontos depois de triunfar sobre a Albânia.

Em Vaduz, não se esperava que a equipa local desse grande luta e foi o que aconteceu. Aos 11’, Andrea Belotti fez o 1-0 e, no minuto seguinte, foi Ciro Immobile a fazer o 2-0. Peter Jehle, o veterano guardião do Liechtenstein e ex-jogador do Boavista, foi fazendo o que podia para abrandar o resultado, mas a goleada acabou mesmo por acontecer. Antonio Candreva fez o 3-0 aos 32’ e Belotti, jovem avançado do Torino, fez o seu segundo do jogo e o terceiro em quatro jogos pela selecção italiana.

Em Málaga, a Espanha também acabou por chegar à goleada, mas a equipa de Julen Lopetegui demorou mais de um terço do jogo para quebrar a resistência da Macedónia. O primeiro golo espanhol acabou por ser um autogolo do defesa Darko Velkovski aos 34’ e o marcador só voltou a funcionar na segunda parte. Vitolo, extremo do Sevilha, aos 63’, Nacho Monreal, defesa do Arsenal, fez o 3-0 aos 84’ e Aritz Aduriz, o super-veterano do Athletic Bilbau, fechou as contas do jogo aos 90’.