Sondagem: PS iguala direita nas intenções de voto

Marcelo continua a ser o político mais popular mas, pela primeira vez, regista queda ligeira desde que começou o mandato, segundo o Expresso.

Foto
paulo pimenta

O PS consegue, pela primeira vez, igualar sozinho as intenções de voto recolhidas pelos partidos da direita, PSD e CDS, na sondagem divulgada nesta sexta-feira pelo semanário Expresso.

De acordo com o inquérito feito pela Eurosondagem para aquele jornal, os socialistas arrecadam 37% das intenções de voto, tanto quanto os dois partidos da anterior coligação de direita.

Para tal resultado, contribui o aumento do resultado do PS, que sobe 0,7 pontos percentuais relativamente à sondagem anterior, bem como as quedas ligeiras de PSD (menos 0,3 pontos percentuais) e CDS (menos 0,4 pontos percentuais).

Quanto aos líderes políticos, Marcelo Rebelo de Sousa continua a ser aquele que tem o melhor saldo positivo (57 pontos), mas o actual Presidente da República desce, pela primeira vez, em relação ao mês anterior, desde que deu início ao mandato.

O primeiro-ministro António Costa e o líder da oposição Pedro Passos Coelho registam ambos subidas ligeiras, com o socialista claramente à frente (30,6 pontos contra 16,8 do líder do PS).

Assunção Cristas, presidente do CDS também sobe, mas mantém-se no quarto lugar, atrás de Jerónimo de Sousa (PCP) que é, a par de Catarina Martins (BE), um dos dois líderes partidários a registar quedas de popularidade.

A sondagem foi feita pela Eurosondagem para Expresso e SIC, de 2 a 9 de Novembro, por entrevistas telefónicas, por amostra estratificada por região. O universo é a população adulta em Portugal Continental, com telefone de rede fixa.