Presidente da CGD foi recebido por Ferro Rodrigues

António Domingues saiu da Assembleia da República sem prestar declarações.

Foto
A audiência foi pedida por António Domingues Miguel Manso

O presidente da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues, foi recebido pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, numa audiência que durou cerca de 25 minutos. À saída António Domingues não quis prestar declarações aos jornalistas.

A audiência a Ferro Rodrigues foi pedida por António Domingues no dia em que iniciou funções como presidente da CGD para apresentação de cumprimentos, segundo o gabinete do presidente da Assembleia da República, embora só tenha sido divulgada há dois dias numa altura em que o presidente da CGD tem estado sob fogo por causa do seu salário e das regras de escrutínio a que está sujeito

Com o diploma que cria uma excepção ao Estatuto do Gestor Público, o Governo pretende tratar a CGD como “qualquer outro banco”, ficando de fora do regime de incompatibilidades e impedimentos aplicados a todos os gestores públicos, segundo uma resposta do Ministério das Finanças ao PÚBLICO, enviada esta terça-feira.

Apesar deste entendimento do Governo, está a decorrer um prazo para entrega de declarações de rendimentos no Tribunal Constitucional ao abrigo da lei de controlo de riqueza dos titulares de cargos políticos e equiparados. António Domingues e os restantes administradores têm de entregar a declaração até ao final do mês, decorridos 60 dias desde a sua posse, que aconteceu a 1 de Setembro.