Samuel Zeller/Unsplash
Foto
Samuel Zeller/Unsplash

Esta plataforma permite ver, literalmente, através dos objectos

A Through-Objects é uma plataforma digital que dá a conhecer objectos e novas tendências no mundo do design

Os objectos têm cores, formas, texturas e várias outras características físicas que os distinguem uns dos outros. São o resultado físico de diferentes linguagens e materiais. No fundo representam tendências de design. Foi este o ponto de partida do projecto desenvolvido por Rita Trindade, no âmbito de uma pós-graduação em Comunicação de Tendências da Faculdade de Letras de Lisboa.

“As tendências surgem frequentemente associadas unicamente às áreas de estilo e gosto”, diz Rita Trindade, “mas pouco ao nível sociológico”. Uma falha que a plataforma digital Through-Objects — que significa, literalmente, através de objectos —, pretende colmatar ao se direccionar especificamente “para as tendências de comportamento de consumo e para o estudo das mentalidades por trás dos artefactos”.

A vencedora da categoria de melhor prática de gestão de tendências, nomeada pela Faculdade de Letras de Lisboa, explica que o nome da plataforma é “directo e focado como se pretende que os conteúdos sejam”. “A palavra objecto tinha de estar presente” para espelhar o objectivo máximo do projecto.

PÚBLICO -
Foto

A Through-Objects divulga conteúdos focados nos objectos de design e em todo o processo criativo envolvente, bem como as principais tendências ligadas aos mesmos. Estas são identificadas a partir de uma outra plataforma, a Trends Observer, uma base científica orientada para a investigação de tendências.

PÚBLICO -
Foto

As duas plataformas cooperam, desde o início do projecto, para canalizar conhecimentos que resultem em conteúdos mais ricos e aprofundados sobre design e tendências. Para Rita Trindade, o mais importante é “comunicar mais claramente as tendências” associadas aos objectos e fazer com que “este assunto deixe de ser um tabu”.

PÚBLICO -
Foto

Especialmente dirigida para designers e investigadores nesta área de estudo, a plataforma digital não está interdita a outros públicos. “A Through-Objects pode chegar a outras pessoas cujos gostos pessoais assentem no design e nos objectos pessoais de design”, explica Rita.

Disponível há um mês, a plataforma contempla todo o tipo de objectos e tendências sobre acessórios, moda, jóias, design de produto e novos produtos de retalho. Com a forma de um guia online, a Through-Objects publica ainda entrevistas feitas a designers, onde “o foco dos conteúdos é a narrativa presente nos objectos de design”.

Rita Trindade escolheu o formato online para “chegar a um público com acesso ilimitado à internet” e os conteúdos estão escritos em inglês de forma a “alcançar um público mais amplo, tanto nacional como internacional”.

De agora em diante, as expectativas da investigadora de tendências é que a plataforma “ganhe vida para além do digital” através da ampliação de colaborações com especialistas em design e da criação de eventos, uma aposta que já está em curso. A palestra agendada para segunda-feira, dia 17 de Outubro, em Lisboa, dá início a um ciclo de eventos de comunicação, interacção e troca de ideias sobre o mundo do design.

O próximo passo é aumentar o número e a qualidade dos conteúdos da Through-Objects, crescendo, simultaneamente, em número de seguidores.