Anúncios do Spotify causaram danos em alguns computadores

Utilizadores do serviço de streaming queixam-se de terem visto os seus aparelhos afectados por malware.

O Spotify afirmou que identificou e resolveu o problema
Foto
Segundo o Spotify, o problema foi identificado e resolvido AFP/JONATHAN NACKSTRAND

Vários utilizadores do Spotify queixaram-se de que os anúncios divulgados pela plataforma de música continham malware que podia comprometer o sistema operativo dos respectivos computadores.

O problema não se cingiu a um sistema operativo, sendo que existiram relatos da mesma situação em Linux, Mac e Windows. O comportamento descrito é sempre o mesmo, se bem que não exista ainda a confirmação que possa gerar danos em todos eles.

Em concreto os utilizadores afirmam que durante o espaço de publicidade, presente no pacote gratuito do Spotify, eram abertas no browser várias páginas de sites alegadamente maliciosos sem que fosse requerida autorização.

O Spotify reagiu, afirmando que estes se trataram de “casos isolados” e que recebeu queixas de um “pequeno número de utilizadores”. Os responsáveis da empresa dizem que o problema foi identificado e resolvido.