Reportagem

No cérebro do “unicórnio” português

Guimarães e Porto são dois pontos importantes na actividade de uma empresa que valerá 1300 milhões de dólares. São como dois hemisférios que se complementam e onde trabalham quase 600 pessoas. Próximo passo: Lisboa.