Incêndios: Zona ardida nas áreas protegidas subiu e ultrapassou os 8500 hectares

Ministro do Ambiente disse esta sexta-feira que a extensão de área ardida aumentou 16% este ano.

Cerca de 80% do que ardeu nas áreas protegidas foi na No Parque Nacional Peneda Gerês
Foto
Cerca de 80% do que ardeu nas áreas protegidas foi na No Parque Nacional Peneda Gerês Rui Farinha/Arquivo

A extensão dos incêndios nas áreas protegidas aumentou 16% na comparação com o ano passado, e ultrapassou 8500 hectares, a maior parte no Parque Nacional Peneda Gerês, disse o ministro do Ambiente esta sexta-feira.

Até segunda-feira, "em áreas protegidas, comparando com o ano passado, a área ardida aumentou em 16%, e nos 8500 hectares que arderam, há uma situação mais grave no Parque [Nacional] Peneda Gerês", referiu João Matos Fernandes.

Cerca de 80% do que ardeu nas áreas protegidas foi naquele parque, que registou "três incêndios com expressão, no Mezio, no Ramiscal e na Peneda", relatou o governante.