Termómetros voltam a subir aos 42°C a partir de sábado

Calor chega primeiro às regiões do interior e só depois ao litoral. Também a Madeira está sob aviso de tempo quente.

Foto
Uma massa de ar quente e tropical vinda do Norte de África vai levar à subida das temperaturas Bruno Simões Castanheira

Depois de dois dias mais amenos sobretudo no Norte de Portugal, o tempo quente e seco estará de volta ao continente a partir desta sexta-feira. As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) apontam para uma subida significativa da temperatura em todo o país pelo menos até terça-feira, dia 9. O calor deve chegar primeiro às regiões do interior, estendendo-se a partir de sábado também ao litoral.

Segundo o IPMA, as temperaturas máximas podem atingir valores entre os 32 e os 42 graus Celsius, com excepção das serras altas, onde os termómetros não devem chegar aos 30°C. E também as noites serão novamente tropicais, com as mínimas a ficarem entre os 20 e os 25°C.

O vento também se prevê fraco em todas as regiões, como excepção do litoral norte e da costa algarvia, onde poderá fazer-se sentir com maior intensidade durante certos períodos da tarde.

Estes dias de calor, com ausência de chuva, devem-se a uma corrente do quadrante leste, quente e seca, descreve o IPMA.

Calor também na Madeira

Também no arquipélago da Madeira as temperaturas vão subir de sexta a terça-feira, já devido à influência directa de uma massa de ar tropical continental quente e seca. Os termómetros deverão atingir ali valores entre os 29 aos 33°C, com a mínima a oscilar entre os 20 e os 25°C.

A acompanhar a subida dos termómetros, a humidade nas duas ilhas madeirenses prevê-se “muita baixa”, em particular nas zonas acima dos 200 a 300 metros.

Apenas nas regiões de montanha e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira se prevê que o vento possa ser, em certos períodos, moderado a forte, com rajadas da ordem de 70 a 80 km/h.