Mercadona recebe 5000 candidaturas para 120 vagas em cargos de gestão

Cadeia espanhola de supermercados prepara entrada no mercado português em 2019

Foto

Para 120 vagas disponíveis em cargos de direcção, a espanhola Mercadona recebeu, numa semana, 5000 candidaturas. A cadeia de supermercados, que está a preparar a entrada em Portugal em 2019, abriu a 13 de Julho um processo de recrutamento para os primeiros trabalhadores.

Nesta fase, a selecção incide sobre “posições-chave” da empresa em Portugal e a intenção é criar “as bases necessárias” para expandir a equipa. A intenção da Mercadona, que se afirma como líder do segmento de supermercados em Espanha, é contratar no total 200 pessoas, num investimento de arranque da ordem dos 25 milhões de euros.

Os primeiros gestores terão formação durante 18 meses. A empresa está à procura de trabalhadores licenciados com pós-graduação ou mestrado em economia, administração de empresas, direito, arquitectura e engenharia.

A Mercadona escolheu Portugal para arrancar com o seu plano de expansão internacional e prepara a abertura das primeiras quatro lojas em 2019. Juan Roig, presidente da empresa de origem familiar, considerou que Portugal é uma “grande oportunidade para iniciar o crescimento internacional” da empresa. A escolha foi determinada por ser “um mercado próximo, de proximidade logística e que se enquadra no crescimento orgânico e natural da empresa”.

O ano passado a cadeia de distribuição, com 1578 supermercados e 76 mil trabalhadores, teve uma facturação de 20.831 milhões de euros. Em Portugal, vai disputar o mercado com dois pesos pesados: o Continente (da Sonae, do mesmo grupo do PÚBLICO) e o Pingo Doce, da Jerónimo Martins.