Da enchente no exame de Biologia ao deserto de Latim

Nesta quarta-feira terminou também a 2.ª fase dos exames nacionais do 9.º ano. A do secundário prossegue até à próxima sexta.

O exame de Latim só foi realizado por três estudantes
Foto
O exame de Latim só foi realizado por três estudantes Foto: PÚBLICO

Quase metade dos alunos que realizaram o exame de Biologia e Geologia do 11.º ano em Junho voltou a fazê-lo na 2.ª fase, que se destina sobretudo a quem chumbou na primeira oportunidade ou pretenda levantar a nota. Nesta quarta-feira compareceram 21.942 estudantes. Na 1.ª fase realizaram a prova 49.162.

O exame de Biologia e Geologia funciona como prova de ingresso nos cursos da área da Saúde, onde as médias de entrada estão entre as mais elevadas. Na 1.ª fase, Biologia e Geologia, a par de Física e Química A, foi a disciplina com uma maior recuperação por comparação a anos anteriores. Os alunos internos, que são os que frequentam as aulas até ao fim, passaram de uma média de 8,9 em 2015 para 10,1 este ano. E o resultado dos autopropostos também subiu de 7,6 para 9,3.

Em resultado deste aumento, a taxa de reprovações a Biologia e Geologia caiu, no primeiro grupo, de 11% para 8% e no segundo de 73% para 53%. À semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, o grupo dos autopropostos terá sido assim o mais representado nesta 2.º fase. 

Nesta quarta-feira realizaram-se também os exames de Desenho A do 12.º ano e de Latim A do 11.º ano. Não foi surpresa. Estavam inscritos três alunos para a 2.ª fase e nesta quarta-feira nenhum faltou ao exame de Latim, uma disciplina que praticamente desapareceu das escolas. Na 1.ª fase esta prova foi realizada por 30 estudantes. A prova de Desenho foi realizada por 1066 alunos.

Também nesta quarta-feira chegou ao fim a 2.ª fase dos exames do 9.º ano, com a realização da prova de Matemática, que foi feita por 4080 alunos. Na 1.ª fase realizaram-na cerca de 90.000. Desde o ano passado, esta fase, que antes era apenas reservada a situações de doença ou outras consideradas excepcionais, foi alargada aos alunos que estejam em situação de retenção após a realização dos exames na 1.ª fase. Mais concretamente, que tenham obtido classificação inferior a 3 (numa escala de 1 a 5) a Português e Matemática, as únicas disciplinas sujeitas a exame. 

Também podem realizar os exames nesta fase os alunos que ficaram retidos por falta ou que tenham tido notas internas (dadas pelos professores) que os impeçam de ir a exame na 1.ª fase, por serem negativas. As notas obtidas nos exames da 2.ª fase são as que ficam a valer para as disciplinas em causa, não sendo assim levada em conta a avaliação interna.