Um monstro que engole quem passa

"Pousa o teu telefone". Começa assim este jogo de realidade aumentada que na verdade não é um jogo de realidade aumentada

Há duas coisas que os fascinam: "tecnologia" e "comportamento humano". Por isso coloriram os degraus de umas escadas rolantes (e fizeram delas uma tômbola de prémios), por isso criaram uma aplicação redonda que te obriga a completar missões redondas no mundo real e também por isso colaram criaturas em todos os eléctricos de Amesterdão.

"Pousa o teu telefone". Começa assim este jogo de realidade aumentada que na verdade não é um jogo de realidade aumentada. Trata-se de um jogo "low-tech", como lhe chamam os seus autores, os criativos da Headmade. Porque as viagens para o trabalho ou para a escola podem ser chatas ("mesmo numa cidade como Amesterdão"), Daniel Disselkoen deu-lhes um toque mais aventureiro.

Em colaboração com a GVB, operadora dos transportes públicos da cidade holandesa, colou na janela um autocolante com um "monstro" de boca aberta e à frente do passageiro um outro autocolante com as instruções: Basta fechar um olho e mexer a cabeça para cima e para baixo, obrigando a criatura a "engolir" a cabeça dos transeuntes. Bom apetite.

PÚBLICO -
Foto
Sugerir correcção