Cameron deixa Downing Street, mas o gato Larry fica

Fotogaleria

Tem pose de Estado e um andar respeitável, pêlo muito bem tratado e uma coleira com uma morada de identificação praticamente irrepetível. Larry vive no número 10 de Downing Street, em Londres, a residência oficial do primeiro-ministro britânico. David Cameron, que se demitiu do cargo após o resultado do referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia, vai deixar o n.º10, mas o gato da família fica. Larry, que não abdica dos seus passeios por Downing Street, sempre sob o olhar atento do agente policial de serviço, começou por ser a solução para os ratos que habitavam na residência de Cameron, em 2011. A infestação dos roedores foi controlada e Larry conquistou o coração da família do primeiro-ministro, mantendo-se como parte do “staff”. “É um gato funcionário público e não pertence aos Cameron — vai ficar”, garantiu o porta-voz do chefe de gabinete em declarações citadas pelo “Guardian”. Esta quarta-feira, Theresa May torna-se primeira-ministra britânica e entre os muitos novos encargos constará Larry. Resta saber se Larry, o gato, continuará a ter liberdade de sair e entrar do n.º 10 quando lhe apetece, proporcionando momentos fotográficos deliciosos nos degraus de pedra do edifício. Larry até tem conta no twitter.

Sugerir correcção