Shumilov Ludmila/Unsplash
Foto
Shumilov Ludmila/Unsplash

Megafone

Que cuidados ter ao viajar com um cão?

Se viajares com o teu cão para algum local nestas férias, lembra-te que deves tomar alguns cuidados

Cães que ficam mal-dispostos

Se o teu cão fica mal-disposto quando viaja de carro, a melhor forma de o evitar é viajar de carro muitas vezes. Quanto mais vezes o fizeres — e podem ser viagens bem curtinhas (ao supermercado, a casa de um amigo, à farmácia, nem é preciso sair do carro) — mais facilmente ele se habituará ao balanço e ao movimento do veículo e menos vezes vai ficar mal-disposto. Por vezes, cães que ficam mal-dispostos só de entrar no carro recuperam após fazerem muitas viagens. Antes de uma viagem longa, antecipa-te e anda de carro muitas vezes. Caso não tenhas tempo para isso, pede ao veterinário um medicamento que o ajude a ficar menos mal-disposto. 

Pára com frequência

Quanto maior a viagem, mais paragens deves fazer. Faz paragens constantes e deixa o teu cão esticar as patas no parque de estacionamento — sempre de trela. Dá uma voltinha com ele, deixa-o fazer necessidades, explorar um pouco o ambiente e adquirir informação antes de continuar a viagem. Esta aquisição de informação vai mantê-lo mais tranquilo durante a viagem e menos activo.

Cansa o teu cão antes da viagem

Antes de fazeres uma viagem longa, cansa bastante o cão. Dá uma volta bem maior do que o normal e certifica-te de que ele vai para o carro bem cansado para que, durante a viagem, se sinta mais tranquilo e possa dormitar. Caso ele não fique mal-disposto durante a viagem podes, inclusive, dar-lhe um osso para roer, algo que o vai ocupar durante algum tempo.

Segurança

Uma caixa transportadora própria é a forma mais segura de viajar com um cão. Todos os outros métodos — cinto ou arnês de segurança, por exemplo — são melhores do que nada mas pouco eficazes caso haja algum acidente. Se puderes transportar o teu cão dentro duma transportadora é mais aconselhável. Nunca transportes o cão à frente, no colo. O animal deve sempre ir no banco de trás, de preferência com cinto de segurança.

Água

Se estiver muito calor, lembra-te que quando parares deves disponibilizar água para o cão. Embora dentro do carro possas regular a temperatura, se o fizeres com ar condicionado as vias áreas do cão secam e vai ser precisa água para o manter hidratado.

Documentos

Leva sempre todos os documentos do cão contigo e não te esqueças de que o "chip" é obrigatório. Caso aconteça alguma coisa e ele fuja, o "chip" pode ser a única forma de o ajudar a encontrar. Ter os documentos, boletim de vacinas incluído, vai ajudar numa eventual visita a um centro veterinário durante as férias e a viagem.

Tomar um café

Nunca deixes o teu cão sozinho dentro do carro. No Verão, à sombra, o carro pode atingir temperaturas mortais para os animais em questão de poucos minutos. Não arrisques — nem com as janelas entreabertas —, é muito perigoso. O ideal é alguém ficar com o cão fora do carro e revezarem-se nas paragens. Os cães transpiram apenas pelas patas e ao arfar, o que não é de todo suficiente para conseguirem equilibrar a temperatura do corpo em dias quentes, independentemente de estarem à sombra ou não.