DR
Foto
DR

Cães terapêuticos confortam sobreviventes de ataque em Orlando

Equipas de terapia assistida por cães têm chegado a Orlando, na Florida, para prestarem conforto a sobreviventes e familiares e amigos das vítimas do ataque a discoteca Pulse

Chegam a Orlando, na Florida, no rescaldo do ataque a uma discoteca que resultou em 49 mortes, com uma missão nobre: ajudar os sobreviventes e os familiares e amigos das vítimas a lidar com a dor e o medo.

Os cães, que integram equipas de terapia assistida, viajaram de vários estados norte-americanos: Illinois, Iowa, Nebraska, Ohio, Tennessee e Texas, entre outros. Com os tratadores e voluntários, fizeram milhares de quilómetros para serem abraçados por quem viveu momentos traumáticos no passado fim-de-semana.

São sobretudo “golden retrievers” dourados, têm lenços coloridos e um arnês que indica que são animais de terapia. Doze destes animais, os “K-9 Comfort Dogs”, fazem parte da organização “Lutheran Church Charities” (LCC) e têm páginas próprias de Facebook com milhares de seguidores.

PÚBLICO -
Foto

De acordo com o canal de televisão norte-americano “WFAA”, os cães têm passado tempo no “The Center”, um espaço onde a comunidade LGBT se tem reunido para receber acompanhamento psicológico.

Esta não é a primeira vez que os cães da LCC oferecem conforto a vítimas de tragédias. Estes mesmos animais foram convidados a ajudar os sobreviventes e as comunidades de Boston e de Sandy Hook.

Sugerir correcção