Estados Unidos nos quartos-de-final da Copa América

Colômbia perdeu a liderança e arrisca defrontar Brasil na próxima fase.

Foto
Clint Dempsey marcou o único golo norte-americano Bill Streicher-USA TODAY Sports

Os anfitriões Estados Unidos garantiram no sábado a qualificação para os quartos-de-final da Copa América de futebol, "roubando" a liderança do Grupo A à Colômbia, que perdeu com a Costa Rica.

Com um triunfo a garantir-lhes o apuramento, os Estados Unidos venceram o Paraguai, por 1-0, com o único golo do triunfo a surgir aos 27 minutos, pelo experiente Clint Dempsey, que marcou pela 51.ª vez em jogos internacionais.

Mesmo a jogar com menos um elemento, desde os 48 minutos, depois de DeAndre Yedlin, que viu dois amarelos em poucos segundos, os norte-americanos conseguiram segurar a magra, mas decisiva vantagem.

O Paraguai, semifinalista em 2015 e que, em caso de triunfo, ainda tinha possibilidades de se apurar, jogou grande parte da partida no meio-campo ofensivo, mas não conseguiu marcar, apesar das boas oportunidades, como aos 82 minutos, quando Jorge Benítez viu o guarda-redes Guzan fazer duas grandes defesas.

Já apurada, a Colômbia precisava de um empate para vencer o Grupo A e, provavelmente, "fugir" ao Brasil nos quartos-de-final, mas acabou por ser derrotada pela Costa Rica, por 3-2.

Com o apuramento carimbado, o selecionador da Colômbia, José Pekerman, fez 10 alterações no "onze", deixando no banco jogadores como David Ospina, James Rodríguez, Juan Cuadrado ou Carlos Bacca.

Vinda de sofrer uma goleada frente aos Estados Unidos, a Costa Rica, com o sportinguista Bryan Ruiz no "onze", colocou-se em vantagem logo aos dois minutos, com um remate de fora da área de Johan Venegas.

Frank Fabra empatou a partida quatro minutos depois, mas viria a dar novamente vantagem à Costa Rica, com um autogolo, aos 34 minutos.

Já na segunda parte, Celso Borges aumentou a vantagem dos costa-riquenhos, aos 58 minutos, antes de Marlos Moreno reduzir, aos 73.

Com estes resultados, os Estados Unidos terminaram na frente o Grupo A, com seis pontos, os mesmos da Colômbia, mas com melhor diferença de golos, enquanto a Costa Rica ficou com quatro e o Paraguai com um.

Sugerir correcção