Já há um violoncelo para a Sara

Campanha de angariação de fundos conseguiu reunir 1500 euros nos primeiros 25 dias, mas ainda há mais instrumentos e acessórios para comprar.

A campanha aceita donativos até dia 20 de Junho
Foto
A campanha aceita donativos até dia 20 de Junho Pedro Cunha/PÚBLICO

O primeiro projecto da nova plataforma de crowdfunding de Lisboa já atingiu a verba de que precisava. Ao fim de 25 dias, a plataforma online de angariação de fundos Boa Boa completou o valor necessário para avançar com a compra de um violoncelo para uma aluna e música da Orquestra Geração.

Até ao início da tarde já tinham contribuído mais de três dezenas de pessoas, conseguindo ultrapassar os 1500 euros pedidos pelo Programa Orquestra Geração. Esta quantia é, segundo a organização da angariação de fundos, um “valor que já permite adquirir um instrumento de boa qualidade/nível de estudante”. Apesar de o valor mínimo já ter sido conquistado, a campanha decorrerá durante mais três semanas, até o próximo dia 20 de Junho.

O destino valor remanescente dependerá da quantia conseguida. Caso seja reunido um montante até cinco mil euros, será comprado um violoncelo para a aluna, Sara, e acessórios para a restante orquestra. Caso ultrapasse os cinco mil euros, será comprado um violoncelo que pode ir até aos 4850 euros e o restante será aplicado em acessórios ou instrumentos.

Com 12 anos, Sara já faz parte da Orquestra Geração da Escola Francisco Arruda desde o seu início, Outubro de 2010, quando ainda estava no 2º ano. Quando passou para o 5º ano de escolaridade, fez prova de admissão ao Conservatório Nacional e foi admitida. Porém, continua a frequentar os ensaios da Orquestra Geração que é quem lhe empresta o instrumento que lhe permite frequentar o Conservatório. E por isso Sara precisava de um violoncelo que a permitisse continuar a crescer musicalmente. Com esta iniciativa de crowdfunding poderá estar mais perto disso. 

Como normalmente acontece nas recolhas de fundos, cada contribuição está associada a uma “recompensa”. Para quem apoiar com um euro e até cinco euros, a Orquestra Geração irá agradecer publicamente nas redes sociais. Até 10 euros, quem contribuir recebe uma fotografia do instrumento com um agradecimento escrito pelo aluno beneficiário. Os primeiros 50 a contribuírem com mais de 50 euros recebem um convite para o concerto de encerramento do Estágio de Verão da Orquestra Geração, no dia 18 de Julho. Os restantes podem assistir ao ensaio geral do concerto na Fundação Calouste Gulbenkian. 

Mas Julho não encerra os espectáculos desta Orquestra. Até Dezembro, os jovens músicos irão actuar em 18 concertos, nos vários centros comerciais detidos pela empresa Sonae. O primeiro concerto é já na quarta-feira, dia 1 de Junho, no centro comercial Colombo, em Lisboa. Pelas 17h30, a Praça dos Navegantes será invadida por alguns temas de Charpentier, M.A., Mussorgsky, M., Georges Bizet, Beethoven e Merle Isaac.

Para Joana Moura e Castro, directora de Marketing da Sonae Sierra em Portugal, os centros "são excelentes palcos para dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelas várias escolas". 

Também António Wagner Diniz, adjunto da Direcção da Escola de Música do Conservatório Nacional e encarregado da Orquestra Geração, sublinha que a “parceria vem permitir uma maior divulgação do projecto e a obtenção de fundos para que possamos continuar a desenvolver diversos projectos no sentido de cada vez mais haver maior integração da orquestra nas comunidades onde se inserem”.

A Orquestra Geração é um programa de inclusão social através da música em funcionamento desde Novembro de 2007 e destinado a crianças e jovens oriundos de meios sócio económicos mais desfavorecidos.