No S. João cabem circo, Xutos e GNR, Serralves e até o Euro 2016

Festas de S. João alargam-se a um novo espaço: a Estação de Recolha da STCP, em S. Roque.

Promoção internacional do S. João arrancou há um ano
Foto
Promoção internacional do S. João arrancou há um ano João Guilherme/NFactos/Arquivo

O S. João é uma festa popular que tem o expoente máximo, no Porto, na noite de 23 para 24 de Junho? É, mas é muito mais do que isso. Para a empresa municipal Porto Lazer são seis semanas de festa em que cabe tudo o que é mais tradicionalmente sanjoanino, mas que abarca também o Primavera Sound, o Serralves em Festa, o Festival Caixa Ribeira e até os ecrãs gigantes que serão montados para o Euro 2016. A festa de todos, acolhe tudo. Acolhe os Xutos e Pontapés, os GNR e a Banda Sinfónica Portuguesa. Acolhe circo e arte urbana. E até acolhe um novo espaço: a Estação de Recolha de STCP, em S. Roque.

A programação apresentada esta segunda-feira na Quinta da Bonjóia é de tal forma abrangente que até inclui a etapa do Rali de Portugal que, na sexta-feira, vai invadir o centro de cidade. E isto apesar de a abertura das festas de S. João estar agendada apenas para o dia seguinte. Aí, no sábado, dia 21, é que chega à cidade o festival de circo Trengo, uma colaboração Porto Lazer/Erva Daninha que vai animar os jardins do Palácio de Cristal até ao dia 19 de Junho. E é só no sábado que os eléctricos nas ruas e os barcos no rio Douro anunciam que a festa começou, com desfiles e animação no Museu do Carro Eléctrico. Mas, festa é festa, e o rali lá aparece na programação oficial.

Depois do arranque nas últimas semanas de Maio, Junho pertence definitivamente ao Santo Popular e um passeio pela cidade vai lembrá-lo disso mesmo. Espreite as montras dos estabelecimentos que se decoram a rigor; procure as cascatas de S. João espalhadas pela cidade e eleja a sua favorita; espreite a exposição dos Martelinhos de S. João’16, no Palácio das Artes (de 10 de Junho a 6 de Julho); descubra, no Largo de S. Domingos, qual a peça que foi considerada a melhor intervenção no espaço público, recorrendo apenas ao típico martelo sanjoanino – ela estará em exposição de 10 a 26 de Junho.

E, depois, há, como de costume os divertimentos, da Rotunda da Boavista às Fontainhas, e a música. Os concertos gratuitos estão marcados para a Alameda das Fontainhas e a Estação de Recolha da STCP em S. Roque, nos dias 17, 18 e 19, e 23 e 24. Além disso, regressam os Concertos na Avenida, aos Aliados. Os Xutos e Pontapés chegam depois do fogo-de-artifício da noite de S. João, pela 1h do dia 24 e nesse dia feriado na cidade, lá pelas 22h é a vez da Banda Sinfónica Portuguesa levar a animação à avenida com os temas mais famosos de bandas como os Beatles ou os Queens. O palco só será desmontado depois de os GNR, acompanhados da Banda Sinfónica da GNR, estrearem no Porto o espectáculo que já andou por Lisboa, Coimbra e Guimarães, na passagem do dia 25 para o dia 26. Rui Reininho, vocalista da banda, congratulou-se, na apresentação da programação, por um concerto pensado para o S. João já não ser considerado “quase um suicídio”. “O povo sai à rua e, agora, o S. João inclui também esta festa, dos que estão em cima do palco e que tiram prazer deste prazer inesquecível que é compartilhar convosco um espectáculo que ainda não tinha sido possível fazer na cidade do Porto”, disse Reininho, ironizando que serão “cerca de 120 GNR’s em palco”.

Nuno Lemos, administrador da Porto Lazer, disse que este será “o melhor S. João de sempre” e o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, salientou o alargamento das festas a novos palcos. “Queremos continuar a expandir as festas de S. João e creio que encontramos um sítio fantástico, em S. Roque, mesmo ao pé da Praça da Corujeira”, disse.

Irónico, o autarca disse ainda: “Quero que as pessoas se sintam felizes durante o S. João. Aos que dizem que a Câmara do Porto é só festa, tenho a dizer que tenho pena de quem tem saudades de tempos tristes”.

Entre as várias propostas para as festas da cidade deste ano, consta ainda a tradicional Corrida de S. João, no dia 12 de Junho, e as Rusgas de S. João, que vão percorrer o Porto, entre a Batalha e a Avenida dos Aliados, no dia 25 de Junho, a partir das 20h30. Para quem quer aprender a fazer um balão, os Maus Hábitos estão disponíveis para ensinar, na Loja AXA, entre 20 e 23 de Junho.

O investimento global é de 450 mil euros, mas Nuno Lemos garante que apenas 20 mil são pagos pela autarquia, ficando o resto a cargo dos patrocinadores.