Quase 500 cursos para executivos no ensino superior

Dois terços da oferta são de escolas públicas e privadas mais pequenas, muitas fora de Lisboa e Porto.

Foto
A Universidade Católica tem MBA partilhados entre Lisboa, Boston, Porto, Luanda e Rio de Janeiro Rita Chantre

Há 36 anos, o Ministério da Educação não reconhecia sequer a designação MBA quando a Universidade Nova de Lisboa abriu a primeira formação deste tipo em Portugal. Hoje, são quase 500 os cursos no ensino superior nas áreas da gestão e negócios, vocacionados sobretudo para executivos. A maioria são pós-graduações, que vão desde o marketing digital ao negócio do vinho, mas há também mestrados e doutoramentos, especializações e cursos de formação avançada disponíveis nas universidades e politécnicos. A oferta de MBA tem crescido todos os anos e neste momento há 16 reconhecidos.

A lista das formações para executivos foi recolhida pelo PÚBLICO junto das instituições de ensino superior da rede pública, bem como das universidades privadas com maior número de alunos. Nem todas as instituições responderam à solicitação. Mesmo assim, a oferta agrega 472 cursos, dos quais 184 são pós-graduações. Há ainda 165 mestrados e 69 cursos de especialização ou formação avançada nas áreas de gestão e negócios. A oferta de doutoramentos neste sector é mais limitada, mas, ainda assim, corresponde a 38 cursos reconhecidos pela agência de acreditação do ensino superior.

As ofertas mais alargadas estão nas universidades com maior tradição, como as universidades do Porto e de Lisboa. A primeira tem dois MBA, na Porto Business School, bem como um conjunto de formações especializadas para executivos que inclui 17 pós-graduações e 32 cursos de formação avançada. A universidade lisboeta, nascida da fusão da Clássica com a Técnica, tem dois MBA (no ISEG e na Faculdade de Economia) e 34 pós-graduações. Na área mais académica, a sua oferta de formações na área de Gestão e Negócios inclui 27 mestrados e dez doutoramentos.

Além das universidades públicas, há uma instituição particular entre aquelas que têm maior oferta neste sector. Trata-se da Universidade Católica Portuguesa, que tem uma larga tradição de formação em Gestão, tendo criado o primeiro curso nacional desta área em 1972. Entre Lisboa e Porto, a Católica tem quase 70 cursos para executivos, entre os quais, quatro MBA – um no Porto, outro em Lisboa, bem como um partilhado entre Lisboa e Boston e outro que se divide entre Porto, Luanda e Rio de Janeiro. Há ainda dez mestrados, 23 cursos de especialização de 31 pós-graduações nesta instituição.

Sugerir correcção