Homem de 63 anos morreu em incêndio na sua habitação em Cantanhede

As circunstâncias que levaram à morte do homem não estão ainda determinadas.

Mais de 20 bombeiros estiveram envolvidos nas operações
Foto
Mais de 20 bombeiros estiveram envolvidos nas operações Ana Banha/arquivo

Um homem de 63 anos morreu nesta terça-feira vítima num incêndio na habitação onde residia, nos arredores de Cantanhede, distrito de Coimbra, disseram fontes dos bombeiros e GNR.

De acordo com a GNR de Coimbra, o incêndio deflagrou numa habitação do lugar de Labrengos, freguesia de Covões, no extremo norte do município de Cantanhede, a cerca de 12 km da sede de concelho e provocou ainda um ferido ligeiro, uma mulher de 58 anos, que foi transportada ao hospital por inalação de fumo.

A GNR disse que as circunstâncias que levaram à morte do homem não estão ainda determinadas e que a investigação passou para a Polícia Judiciária (PJ).

Já fonte do Comendo Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra afirmou que o incêndio incidiu sobre uma cozinha da habitação e que o alerta foi dado cerca das 16h20.

No local estiveram meios dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a GNR.