Tchernobil a preto e branco foi há 30 anos

A seta aponta para o local da explosão
Fotogaleria
A seta aponta para o local da explosão

26 de Abril de 1986. A seta aponta para o local da explosão que mudou o mundo — mudou pelo menos a forma como o mundo olha para a energia nuclear —, o mundo a preto e branco, Tchernobil a preto e branco aqui recordada pela Reuters. As vistas aéreas, os helicópteros a despejarem cimento nestes buracos negros da história mundial, o perímetro de segurança e os químicos de descontaminação que ainda hoje se revelam insuficientes, o medo e as tentativas de transmitir confiança à população, os abraços de conforto e as soluções anti-radiação que crianças e adultos beberam. A vida retomou o seu rumo, mas nunca mais foi a mesma.

Vista aérea sobre a central nuclear.
Helicóptero lança cimento sobre a área da explosão
Alexander Kovalenko mede os níveis de radiação junto ao reactor número três após o seu tapamento com cimento
Vista aérea da central nuclear logo após a explosão do quarto reactor
Área da explosão
Polícia de trânsito verifica os veículos que pretendem entrar no perímetro de segurança
Helicóptero despeja sobre a cidade um químico de descontaminação
Trabalhador mede os níveis de radiação dentro da área não acidentada da central nuclear
Vista do quarto reactor da planta nuclear de Tchernobil
Agente da polícia ucraniado descontamina um autocarro
Vista aérea do quarto reactor nuclear após a explosão
O reactor número 4 após tapamento com cimento
Representantes locais em Munique medem níveis de radiação para afastar o medo da contaminação
Semanas após o desastre nuclear, a vida retoma o seu rumo em Polesskoe, perto de Tchernobil
Antigos moradores de Tchernobil ocupam nova aldeia de substituição, Makarovsky, perto de Kiev
Após algumas semanas, trabalhadores regressam aos postos de trabalho
Técnico monitoriza o reactor número três na sala de controlo da estação nuclear
Criança contaminada bebe solução anti-radiação já em Varsóvia
Leonid Telyatnikov, um dos primeiros bombeiros presentes no desastre abraça a sua esposa
Sugerir correcção